A Associação

Grupo

INOVAR E EMPREENDER SÃO DOIS IMPERATIVOS, QUE SE COLOCAM AO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DA VILA DE BOTICAS ...

Com um ano de existência jurídica e tendo iniciado a sua actividade formal há cerca de seis meses, a adirba - ASSOCIAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA REGIÃO DO BARROSO aparece domiciliada no universo geográfico da Vila de Boticas impulsionada e apoiada, desde o primeiro instante, pela sua Edilidade.

A sua génese está incontornavelmente ligada à mudança do paradigma social, que se pretende para a região, através do recrutamento de capital humano qualificado e especializado, que com espírito empreendedor e ideias inovadoras contribuam para o indispensável alavancamento demográfico, para o necessário crescimento da indústria e dos serviços, estes especialmente centrados na área da economia do conhecimento.

Porque estamos na presença de um espaço geográfico privilegiado, que desde logo, nos oferece um padrão de qualidade de vida condimentado pela beleza da natureza local e alicerçado num ambiente envolvente saudável e radical, tais ingredientes constituem por si só um atractivo, para que a comunidade de jovens empresários emergentes no País e em especial na Região Norte olhem com apreço e redobrada confiança para esta Vila do Barroso, como um epicentro de desenvolvimento dos seus projectos pessoais. A localização não menos privilegiada da Vila de Boticas no corredor da A24 confere-lhe igualmente uma vantagem competitiva em termos de porta de saída e entrada directa, com a Comunidade Europeia. Acresce ainda a este facto, a não menos importante e estratégica posição de contiguidade com a vizinha Comunidade Galaica, que como é sabido constituiu, em paridade, a EuroRegião da Galiza-Norte de Portugal.

Convidam-se pois todos aqueles, que inspirados pelo perfume da modernidade e ambicionando por uma internacionalização das suas actividades empresariais e/ou científicas, que ensaiem visitar esta Região e a contactar quer a Câmara Municipal de Boticas, quer a ADIRBA de forma a se inteirarem das reais oportunidades que se lhes oferecem para aqui se domiciliarem empresarialmente, e porque não familiarmente.

pág. 2/3 >>